Linux Kamarada

Dica: instalando o NoMachine no Raspberry Pi

Se você instalou o openSUSE no Raspberry Pi e pretende usá-lo como servidor, instalar também o NoMachine pode ser útil para fornecer acesso remoto à área de trabalho. Se você pretende usar o Raspberry Pi como desktop, o NoMachine também pode ser útil para acessar a área de trabalho de algum servidor com o NoMachine instalado. 

Instalar o NoMachine no Raspberry Pi é tão fácil quanto instalar no desktop ou servidor com arquitetura IBM PC de 64 bits. Você só precisa se atentar que, no caso do Raspberry Pi 4, a arquitetura é diferente (ARMv8 de 64 bits). Por isso, o pacote RPM que deve ser baixado estará em um local um pouco diferente. E é para mostrar isso que fiz essa dica.

Comece seguindo o tutorial do NoMachine normalmente até chegar na seção Download:

Chegando nessa seção, volte para essa página e siga as instruções a seguir.

Download

Para baixar o NoMachine, acesse seu site em nomachine.com. Como você está usando o Raspberry Pi, clique em Outros sistemas operativos (Other operating systems):

Dentre as opções de download, clique no link de Download referente ao NoMachine para Raspberry Pi (NoMachine for Raspberry Pi):

Na página seguinte, escolha o pacote RPM para ARMv8 na seção do Raspberry Pi 4:

Na página seguinte, clique em Download:

Se seu navegador perguntar o que fazer com o arquivo (abrir ou salvar), escolha Abrir com (Open with) o YaST:

Instalação

Quando o download terminar, forneça a senha do administrador (usuário root) para proceder à instalação:

A instalação é semelhante, clique em Aceitar (Accept) para começar:

Você pode voltar a seguir aquele tutorial a partir da seção de Instalação.

Verificando o endereço IP do servidor

Perceba que o NoMachine adicionou um ícone na bandeja de estado (status tray) do XFCE, no canto inferior direito da tela. Ele já está rodando e pronto para ser usado:

Gostou? Que tal compartilhar?

Me paga um café?
Se você gostou muito, se foi muito útil pra você, será que vale um café? Se quiser, você pode "me pagar um café" pelo PayPal ou contribuir com o projeto de outras formas.

Comentários

Sobre

O Projeto Linux Kamarada visa divulgar e promover o Linux como um sistema operacional robusto, seguro, versátil e fácil de usar, adequado para o uso diário seja em casa, no trabalho ou no servidor. Os focos do projeto são principalmente distribuição e documentação.

Anúncios

Facebook

Autor